VPD Nova York
Preparativos

Nova York sem falar inglês: dicas para se virar

Quem não fala o idioma local, tem sempre uma preocupação a mais quando planeja a viagem. Como eu vou me virar, sem saber falar inglês? Será que vou me perder no metrô? Será que vou conseguir pedir comida nos restaurantes?

Essa insegurança é super normal, mas não se preocupe! Nova York é uma das principais cidades turísticas, mais do que acostumada a receber pessoas do mundo todo, que falam ou não inglês. Essa mistura de nacionalidades (entre turistas e moradores) é inclusive parte importante do jeitão de NYC!

Saber algumas frases e palavras em inglês pode te ajudar a viajar mais tranquilo!
Saber algumas frases e palavras pode te ajudar a viajar mais tranquilo!

Para te ajudar a viajar se sentindo mais tranquilo e a vontade, reuni algumas dicas e alguns exemplos de frases e palavras chaves, mais comuns para serem usadas durante diferentes momentos da viagem:

  • check-in do hotel,
  • transportes públicos,
  • restaurantes,
  • lojas,
  • e até na imigração para entrada nos Estados Unidos.

Dicas pra se virar sem falar inglês em Nova York

Tá liberado ser cara de pau

A primeira dica aqui é também a mais simples: não tenha vergonha de perguntar. Não tem problema perguntar se o restaurante, hotel ou loja tem alguém que fale português ou espanhol para te ajudar. Se tiver alguma noção de inglês, também tá valendo pedir para as pessoas falarem mais devagar. E se nada disso rolar, fale apenas: I’m sorry, I don’t speak English e partir pra mímica ou ajuda da internet.

Planejamento em dobro!

Uma das melhores maneiras de se sentir mais a vontade em um lugar que você não fala a língua, é saber o que esperar. Planejamento te ajuda a evitar surpresas e já te permite resolver um monte de dúvidas em casa mesmo, no bom português de sempre – menos momentos pra você precisar pedir informações em inglês. 😉

É se planejando que você já descobre quais locais oferecem recursos em português para você aproveitar mais, quais os trajetos que você vai percorrer, como usar os meios de transporte sem se perder, entre outras coisas. Eu acho que planejamento sempre te ajuda a aproveitar melhor, mas nesse caso, ainda por cima te ajuda a realmente se sentir mais confiante independente do inglês.

Considere um chip de celular

Nessa mesma linha de te dar independência de tirar suas dúvidas por conta própria sempre que quiser, a internet pode ser uma ótima ajuda. Você já vai conseguir resolver muita coisa se planejando antecipadamente, mas se surgir uma dúvida ou uma situação que você não previu em casa, você pode se sentir mais confiante se tiver acesso a internet para fazer uma consulta sempre que quiser.

Ter internet pode te dar mais segurança!

Não é absolutamente necessário, mas eu acho que este tipo de segurança psicológica acaba fazendo um chip de celular ser ainda mais legal caso você não fale inglês, então considere com carinho. De qualquer forma, se você achar que não cabe no seu orçamento ou não faz sentido pra você, ainda dá para aproveitar um zilhão de lugares com wifi grátis sempre que quiser checar alguma coisa.

Conheça seus recursos

Uma ferramenta que pode te ajudar muito na viagem é o Google Tradutor e suas inúmeras funções (muitas ainda pouco conhecidas), então já deixe o aplicativo baixado no seu celular antes mesmo de sair do Brasil. Tanto no Android quanto no iPhone dá pra fazer o download dos dicionários em inglês e português e deixá-los disponível pra uso offline, assim você não corre o risco de ficar na mão por causa de internet.

Além de poder digitar o que você quer dizer para que ele traduza, o Google Tradutor ainda te ensina a pronúncia, clicando no ícone “Ouvir”. Também dá pra traduzir alguma coisa escrita, como por exemplo uma placa ou um cardápio, usando a função “Câmera” que eu acho incrível, ou ainda gravar um áudio do que você quer dizer em português, e depois traduzir para inglês. Enfim, um super quebra galho!

print da tela inicial do Google Tradutor, aliado de quem não fala inglês!
O aplicativo é super completo!

Independente de ter ou não o Google Tradutor para ajudar, memorizar algumas frases chave pode facilitar bastante no dia a dia da viagem e sinalizar uma boa vontade apesar de você não falar o idioma local.

Frases chaves para quem não fala inglês

Mesmo sem falar inglês, algumas frases chaves podem te ajudar a se virar bem em Nova York ou qualquer outro lugar dos Estados Unidos. Coisa simples, mas que acaba sendo uma boa carta na manga pra não passar aperto.

Vou falar algumas frases que acho útil em diferentes momentos. Não espero que você vá decorar todas elas nem nada, a minha idéia aqui é apenas deixar as frases listadinhas pra ser sua carta na manga mesmo. Se você precisar de alguma delas, já sabe que vai encontrar por aqui. 😉

Pra qualquer momento

Em inglês: I’m from Brazil, I don’t speak english.
Tradução Eu sou do Brasil, eu não falo inglês.

Em inglês: Excuse me.
Tradução: Com licença/ desculpe-me. Uma das frases mais usadas para andar na multidões.

Em inglês: Please
Tradução: Por favor.

Em inglês: Thank you.
Tradução: Obrigado.

Em inglês: Where is the restroom?
Tradução: Onde fica o banheiro?

Em inglês: Do you have a smoking area? Where is it?
Tradução: Vocês têm uma área de fumantes? onde fica?

Em inglês: Could you please call someone that speaks Portuguese or Spanish to help me out?
Tradução: Por favor, você poderia chamar alguém que fale português ou espanhol para me ajudar?

Você diz: I’m gonna pay with card / cash
O que quer dizer: Vou pagar com cartão / em dinheiro

Imigração

A imigração costuma ser uma parte temida pelos viajantes que não falam inglês, mas você pode se preparar para essa etapa com algumas frases e palavras que costumam ser usadas nesse momento.

Vale lembrar que aqui no VPD Nova York não somos especialistas em imigração, mas para ajudar com o assunto, trouxe alguns exemplos de perguntas que já fizeram para gente e pra pessoas que conhecemos.

O mais importante nessa hora é ter calma e sempre falar a verdade. Se por acaso você não compreender o que foi dito pelo oficial, use a frase que você já aprendeu aí em cima e peça para chamar alguém que fale português ou espanhol para ajudar na comunicação.

Alguns exemplos de perguntas e de como podem ser respondidas:

Oficial da imigração: Where are you going in the United States?
Tradução: Aonde você vai nos EUA?
Exemplo de resposta: I’m staying in New York (eu só vou ficar em Nova York) ou I’m going to New York and Orlando (estou indo para Nova York e para Orlando).

Oficial da imigração: How many days are you planning to stay in the United States?
Tradução: Quantos dias você planeja ficar nos EUA?
Exemplos de respostas: Five days (5 dias) ou 1 week (uma semana).

Oficial da imigração: How much money in cash are you bringing with you?
Tradução: Quanto de dinheiro em espécie você está trazendo?
Exemplo de resposta: I have four thousand dollars in cash, and I’m also bringing one credit card (eu tenho 4 mil dólares em espécie, mas também estou trazendo 1 cartão de crédito).

Oficial da imigração: What do you do for a living?
Tradução: O que você faz da vida?
Exemplo de resposta: I’m a doctor (eu sou médico) ou I study law (eu estudo Direito). Aqui a sua resposta vai depender da sua profissão ou do que você faz, então já cheque com antecedência a tradução e memorize, caso seja perguntado.
Oficial da imigração: What’s the purpose of your trip?
Tradução: Qual o motivo da sua viagem?
Exemplo de resposta: Tourism (turismo) ou I’m on vacation (estou de férias)

Oficial da imigração: Do you know someone in the United States?
Tradução: Você conhece alguém nos EUA?
Exemplo de resposta: Yes, I have a friend who lives in Manhattan (sim, eu tenho um amigo que mora em Manhattan) ou simplesmente No (não).

Metrô

A melhor forma de se locomover em Nova York é de transporte público ou a pé. Muita gente tem medo do metrô de Nova York, mas na verdade é bem fácil, basta entender a lógica de como ele funciona. A Re fez um post super completo e explicativo sobre ele (clique aqui) para te ajudar a não passar aperto.

Memorizar algumas palavras específicas em inglês do metrô vão te ajudar muito a andar pela cidade!
Memorizar algumas palavras específicas do metrô vão te ajudar muito a andar pela cidade!

Tanto para quem vai andar a pé quanto de metrô, as placas serão suas aliadas e memorizar o significado de algumas palavras vai te ajudar a se localizar para por exemplo, não pegar o trem para o lado errado. Veja alguns termos para memorizar:

Downtown = no metrô quer dizer que vai em direção ao sul da ilha, para baixo
Uptown = no metrô quer dizer que vai em direção ao norte da ilha, para cima
Express = linha expressa, que pára apenas nas estações principais
Local = linha local, que pára em todas as estações da linha
Turnstile/ Ticket gate = catraca
North = Norte
South = Sul
East = Leste
West = Oeste

 Se você não estiver certo sobre o trem e quiser pedir direções:

Você diz: Is this the B train?
O que quer dizer: Esse é o trem B?

Você diz: Is this train going Downtown?
O que quer dizer: Esse trem está indo para o sul?

Avisos no metrô: Lembra que comentei sobre a função da câmera do Google Translate? Se por acaso tiver algum aviso colado nas paredes/totens do metrô e que você não entendeu, use essa função para traduzi-los, a grande maioria das estações conta com wifi grátis.

placa de aviso em inglês no metrô
Use a função “Câmera” do Google Tradutor para te ajudar com as placas!

Uber, Lyft e Taxis

Para os táxis, uma coisa interessante de você saber, é que normalmente em Nova York, por ser uma cidade planejada, as pessoas se localizam sempre falando em um cruzamento em vez de só o número e a rua que você vai. Por exemplo “Eu estou indo na Madison com a 72th”. Falar desse jeito facilita a sua vida, a do motorista, e faz que ele entenda que você não está completamente perdido.

Você diz: I’m going to Columbus Ave with 77th, please.
O que quer dizer: Estou indo para a Avenida Columbus com a rua 77, por favor

Hoje em dia os táxis de Nova York contam com uma televizãozinha no banco de trás, em que você já vai vendo em tempo real o valor da corrida. Se for pagar com cartão, pode já fazer o pagamento ali mesmo no aparelho, ou se for pagar em dinheiro, você já saberá o valor total pela tela, então não vai precisar conversar quase nada com o motorista.

Saber como passar o endereço em inglês para o taxista vai facilitar a sua vida!
Saber como passar o endereço para o taxista vai facilitar a sua vida!

Dá até para pagar por um aplicativo que sincroniza com o táxi, o Curb. Depois de entrar no táxi, clique em “Pair & Pay” (que significa sincronizar e pagar) e você não precisa fazer mais nada, pode descer do táxi assim que a corrida acabar, o valor já será descontado do cartão cadastrado no aplicativo. Lembre-se que o taxista vai esperar uma gorjeta, mas você pode dar a gorjeta pelo cartão ou Curb também.

Os aplicativos de carona mais comuns, como o Uber ou Lyft costumam ser mais intuitivos, e te desobrigam de ter que explicar para o motorista o seu destino e de ter que fazer o pagamento, afinal você mesmo já coloca a informação no próprio aplicativo e paga a corrida também por ali. Baixando os aplicativos ainda no Brasil, é possível criar seu perfil e cadastrar os dados em português, facilitando todo o processo!

Hospedagem

Independente do tipo de hospedagem escolhido, seja um hotel, um Airbnb ou um hostel, esse costuma ser o local em que você vai interagir menos com as pessoas, a não ser no dia da sua chegada e da sua partida.

É também onde você precisa se preocupar menos com o idioma, afinal, são locais mais que preparados para lidar com os turistas!

Os hotéis são super preparados pra receber turistas do mundo todo!
Os hotéis são super preparados pra receber turistas do mundo todo!

Outro ponto a favor é que as chances de encontrar alguém que fale espanhol na maioria das acomodações da cidade são enormes, o que com certeza vai facilitar bastante a conversa. E como em todas as ocasiões, não custa perguntar se por acaso eles têm alguém que fale português.

Frases que podem ajudar:

Em inglês: Hello, I’m checking in today. I have a reservation on my name, Beatriz Schaefer.
Tradução: Olá. Estou fazendo check in hoje. Tenho uma reserva no meu nome, Beatriz Schaefer (esse é o meu né? Você diz o nome na sua reserva! haha)

Atendente: I need a photo ID and a credit card to check you in.
Tradução: Eu preciso de um documento com foto (seu passaporte) e um cartão de crédito* para fazer o seu check in.
*Em hotéis e hostels, a entrega de um cartão de crédito no check-in é uma prática comum, e em geral será feito um caução no seu cartão, que segura um valor até que você faça o check-out. O valor do caução vai depender da política da acomodação.

Em inglês: How much are you going to hold on my credit card until the check-out?
O que quer dizer: Qual o valor que vocês vão bloquear no meu cartão (caução) até que eu faça o check-out?

Atendente: How many nights are you staying with us?
Tradução: Quantas noites você irá se hospedar conosco?

Atendente: Could you please fill in this form?
Tradução: Você poderia preencher esse formulário?

Atendente: Here is your key, your room number is 321
Tradução: Aqui está a chave, seu quarto é o 321.

Em inglês: I’m checking out today. Is there anything that I need to pay?
Tradução: Estou saindo da acomodação hoje. Tem algo que eu preciso pagar?

Em inglês: Can I leave my bags here until my room is ready? / until I leave to the airport?
Tradução: Posso deixar minhas malas aqui até meu quarto ficar pronto? / até a hora de ir para o aeroporto?

Em inglês: Is the breakfast included in the rate?* Until what time it is served?
Tradução: O café da manhã está incluído na diária? Até que horas ele é servido?
*a maioria dos hotéis dos Estados Unidos não tem café da manhã incluído

Em inglês: Is the wi-fi free of charge?
Tradução: O wi-fi é gratuito?

Em inglês: What is the wi-fi password?
Tradução: Qual é a senha do wi-fi?

Em inglês: Where is the closest subway station?
Tradução: Onde fica a estação de metrô mais próxima? 

Em inglês: Could you call me a cab/taxi to the airport?
Tradução: Você poderia chamar um táxi para me levar ao aeroporto?

Em inglês: Do you recommend a restaurant close to the hotel?
Tradução: Você recomenda algum restaurante perto do hotel?

Em inglês: Can you check if there’s any package under my name? Do you need the tracking number?
Tradução: Você pode checar se há alguma encomenda/pacote no meu nome? Você precisa do código de rastreio?

Passeios

Se você está planejando uma viagem para Nova York, provavelmente está planejando também visitar museus, pontos turísticos e até assistir a um musical da Broadway ou a uma partida esportiva, e mesmo para quem não fala inglês, esses passeios podem ser muito bem aproveitados.

A maioria dos museus de Nova York oferecem aluguel de audioguia para ir te explicando tudo em português, alguns já incluídos no ingresso e outros pagos à parte. Em muitos pontos turísticos você também vai encontrar audioguia.

Vários museus e pontos turísticos oferecem guias em áudio, que traduzem do inglês para o português
Vários museus e pontos turísticos oferecem guias em áudio

Alguns dos shows mais populares da Broadway também oferecem audioguia em português, ou seja, você acompanha o espetáculo com fones, ouvindo a tradução das falas da peça. Você pode comprar esse audioguia com antecedência, neste link, ou no teatro, na hora, a partir de $10 dólares, nas seguintes peças:

  • O Fantasma da Ópera
  • Aladdin
  • O Rei Leão
  • Wicked
  • The Book of Mormon

Apesar da opção, um musical é muito mais sobre os cenários, as danças e músicas do que os diálogos, então o audioguia pode acabar mais atrapalhando do que ajudando. Dê preferência para peças que você já conhece a história para aproveitar ainda mais.

Mesmo sem entender cada palavra em inglês, os musicais ainda são bem legais!
Mesmo sem entender cada palavra, os musicais ainda são bem legais!

O mesmo vale para partidas esportivas, a experiência é muito mais visual, então sabendo se virar para a compra de ingressos, pedir comida e usar o transporte até lá, você não precisa se preocupar.

Algumas frases e palavras podem te ajudar durante o passeio ou mesmo na hora de comprar ingressos nas bilheterias:

Em inglês: I would like to buy tickets for this play / the museum.
Tradução: Eu gostaria de comprar ingressos para essa peça / para o museu.

Em inglês: Do you offer any discounts for children / elderly?
Tradução: Tem desconto para crianças / idosos?

Em inglês: Can you show me the seats on the map?
Tradução: Você pode me mostrar os assentos no mapa?

Em inglês: Do you have an audioguide in portuguese? How much is it?
Tradução: Você tem audioguia em português? Quanto custa?

Lojas

A frase mais curinga para memorizar para as compras é sem dúvidas How much is this?, que significa “quanto custa isso?”. Com ela e mais alguns termos em mente, o inglês não será um grande problema!

Além do mais, como já falei antes sobre Nova York: pessoas do mundo todo convivem e trabalham na cidade, e em muitas lojas você encontrará funcionários que falem diferentes idiomas para ajudar os turistas.

O inglês não deve ser um problema nas lojas!
O inglês não deve ser um problema nas lojas!

Se tiver algo que você não conseguiu descobrir, mesmo com as dicas abaixo, pergunte se eles têm alguém que fale português ou espanhol para ajudar. Além disso, para ir se familiarizando, a Rê já fez um post contando um pouco mais de algumas peculiaridades das compras em Nova York. Clique aqui para ver.

How much is this? = quanto custa isso?
Where is the fitting room? = onde fica o provador?
Do you have this in size __? = você tem isso no tamanho __?
Do you have this in blue? = você tem isso em azul? (ou outra cor que você queira).
Coupons = cupons de desconto.

Tamanhos
S / Small = tamanho pequeno, o P
M / Medium = tamanho médio, o M
L / Large = tamanho grande, o G
Size = tamanho.
O PP é o XS, enquanto o GG é o XL. Para tamanhos maiores, cada G a mais representa um X a mais, então o GGG será XXL, e assim por diante,

Não se esqueça de ler direitinho as placas de promoções e descontos que estiverem nas lojas (lembre-se da função câmera do Google Tradutor!), pois algumas podem ser confusas, justamente com a intenção de confundir o consumidor. Confira sempre se não há nada escrito em letras pequenas, algum asterisco, e na dúvida, pergunte!

Leia direitinho todos os detalhes de promoções
Leia direitinho todos os detalhes de promoções

Outro ponto importante pra se ter em mente: você vai ver ao final da compra, no caixa, que uma taxa que não é levada em conta no valor das etiquetas é cobrada. É assim mesmo, esse valor diz respeito ao imposto dos produtos, então leve em conta esse gasto “extra” sempre.

Uma frase que também pode te ajudar é “what’s the final price?“, que quer dizer “qual o preço final?”, assim o funcionário te dirá o valor já com o desconto ou promoção que esteja vigente.

Comida

Nova York é uma das cidades com mais diversidade gastronômica do mundo, de restaurantes super chiques a carrinhos de comida de rua, de mercados a fast-foods, o que não faltam são opções para se comer bem.

Saber determinadas frases e palavras podem ser uma boa para te ajudar a não acabar comendo algo que não queria, ou pior, ter uma surpresa quando a comida chegar por não ter entendido algum termo do cardápio.

Vale saber como pedir em inglês o ponto da carne do jeito que você prefere
Vale saber como pedir o ponto da carne do jeito que você prefere

Um dos pontos mais importantes é saber fazer o pedido. Para isso, você diz “I would like to order a….” que quer dizer “Eu gostaria de pedir …”, e aí basta completar com o que tiver escolhido.

Abaixo tem alguns dos temos mais comuns:

Bebidas e comidas
Water = água (que pode ser still = sem gás ou sparkling = com gás).
Tap Water = água da torneira, que nos EUA é potável e de graça.
Bottled Water = água de garrafa, paga à parte. Muitas vezes perguntam “tap or bottled” pra saber qual água você quer. Eu sempre pego a tap que é de graça mesmo. 😛
Soda = refrigerante.
Juice = suco. “Orange Juice” é suco de laranja.
Beer = cerveja
Ice = gelo
French fries = batata frita
Mashed potatos = purê de batatas
Garlic = alho
Onion = cebola
Chicken = frango
Fish = peixe
Shrimp/prawn = camarão
Sea food = frutos do mar
Beef = carne bovina
Pork = carne suína
Ice cream = sorvete

Restrições
Gluten free = sem glúten.
Lactose free = sem lactose.
Allergic = alergia.
Nut = noz e seus derivados
Vegan = vegano.
Vegetarian = vegetariano.

Ponto da carne
How would you like it cooked/done? = como você gostaria do ponto da carne?
Well done = bem passada
Medium well = ponto pra mais
Medium = ao ponto
Rare = mal passada
Extra rare = super mal passada

Termos úteis
Reservation = reserva. “I have a reservation”, eu tenho uma reserva
Check = conta. “the check, please”“a conta, por favor”.
Tip ou gratuity = gorjeta
Change = troco
Cash only = só aceita pagamento em dinheiro
Waiter/Waitress = garçom/garçonete
Wait time = tempo de espera
For here = pra comer no local
Take out/ To go = para levar
All you can eat = restaurantes onde você pode comer à vontade
To share = para dividir

Costumes
Cada país tem seus costumes e suas diferenças, e a idéia aqui não é te ensinar cada detalhe sobre como tudo funciona nos Estados Unidos, mas, algumas dicas podem te ajudar a ter uma experiência mais legal.

Nos restaurantes em que você será servido por um garçom, ou seja, que não são no estilo fast-food, você deve aguardar na entrada para que o funcionário venha te receber e te leve até a mesa, e isso vale mesmo que o restaurante esteja vazio. A pergunta que vão te fazer será algo como:

Atendente: How many in your party?
Tradução: Quantos no seu grupo?/ Quantas pessoas no seu grupo?

Em inglês: Table for 2
Tradução: Mesa para 2 (ou 3, 4, quantas forem as pessoas do seu grupo)

Algo super importante nos Estados Unidos é a questão da gorjeta: esse é um valor que você já deve considerar que terá que pagar ao final da refeição. Diferente de como é feito no Brasil, ela não vem incluída no valor final da compra, você é quem vai adicionar o valor a mais, entre 15 e 22%, de acordo com o atendimento que você teve.

Algumas contas já vem com o valor sugerido de gorjeta!
Algumas contas já vem com o valor sugerido de gorjeta!

Se você teve um bom atendimento, espera-se uma gorjeta por volta de 18-20%, 15% para um atendimento não tão bom e uns 22% pra um atendimento incrível. O que eu faço para facilitar é sempre multiplicar por 2 o valor do imposto (tax), que em Nova York é 8,875%. Depois arredondo pra cima. 

O couvert é exemplo de costume que pode te ajudar a economizar, inclusive, pois muitos dos restaurantes não cobram por essa “entradinha”, então se a idéia for gastar menos, aproveite o pão com manteiga. A tap water é outra economia na conta, todos os restaurantes oferecem água da torneira, que é potável (e em NY, é uma delícia!), sem nenhum custo.

Normalmente, os pãezinhos de entrada não são cobrados nos restaurantes
Normalmente, os pãezinhos de entrada não são cobrados nos restaurantes

Outro costume que num primeiro momento pode parecer bem estranho é o momento em que o garçom traz a conta na mesa. Em vários restaurantes, principalmente nos tradicionais, um pouco depois de servida a comida eles já deixam ela na mesa, mas não, não é pra te apressar nem nada parecido, é apenas como funciona para eles, viu? Se quiser pedir mais coisas, eles vão adicionar na conta sem problemas.

Não deixe que a questão do idioma te impeça de viajar e de curtir suas férias, e essa dica vale para qualquer destino. Lembre-se que a tecnologia está a seu favor (obrigada, Google Tradutor!) e que com algumas frases e palavras-chave você pode sim se virar muito bem.

Espero que essas dicas possam te ajudar a viajar mais tranquilo para Nova York e aproveitar tudo o que essa cidade tem de melhor! 🙂