VPD Nova York
Preparativos

Entendendo Nova York: dicas para começar a planejar sua viagem

Nova York é uma cidade muito única e planejar uma viagem pra cá, tem suas particularidades. Acho que nenhum outro lugar no mundo é tão diverso, com tantas opções de atividades, e a verdade é que nem mesmo quem mora aqui vai um dia poder dizer que conheceu TUDO que essa cidade tão incrível oferece.

Por ser tão completa assim; planejar uma viagem para NY pode parecer complicado num primeiro momento, mas eu prometo que não é. A variedade e quantidade excessiva de informações, culturas e programações é uma boa notícia que vai te fazer amar Nova York ainda mais – e não um ponto de preocupação como você pode imaginar de cara.

Você vai ver que se você entender a dinâmica de Nova York e algumas dicas iniciais de como as coisas funcionam por aqui, vai conseguir descomplicar bastante o seu planejamento e curtir cada fase dos preparativos da viagem. 

Hoje, a minha idéia aqui não é super me aprofundar em nenhum tema, mas só te dar essas dicas para começar e uma visão geral que vai te ajudar a entender melhor o jeitão de NY e facilitar sua vida quando você entrar mais a fundo nas próximas etapas do planejamento da viagem. 

Dicas para começar a planejar sua viagem para NY

Entenda a cidade

Nova York é muito grande e entender as regiões é super importante para se organizar melhor nos seus dias por aqui. A maioria das pessoas acha que Nova York é Manhattan, mas essa é só uma das 5 regiões (que eles chamam de “boroughs”) que compõe a cidade:

  • Manhattan
  • Brooklyn
  • Queens
  • Staten Island
  • The Bronx

Manhattan não é nem a maior região, mas é provavelmente onde você vai passar a maior parte do seu tempo, já que é ali que estão concentradas a as principais atividades turísticas que caracterizam a cidade.

Ainda assim, provavelmente você vai querer conhecer pelo menos mais um borough, o Brooklyn, que é o xodózinho de muitos visitantes. Se você tiver mais dias de viagem, pode valer a pena ir a alguns dos outros borough também, mas se for uma viagem mais curtinha, focar nas principais regiões acaba sendo mais proveitoso. 

O importante é você saber que cada região tem seus bairros, com suas características, cultura, programações e personalidades diferentes. Quase como várias mini cidades dentro da cidade de Nova York. Em Manhattan mesmo, você vai encontrar bairros com culturas completamente diferentes, muitas vezes vivendo lado a lado.

Brooklyn, Nova York
O Brooklyn tem um jeitão muito próprio, muito charmoso, né?

Entender as diferentes regiões, o que você quer conhecer em cada uma delas e como elas se dividem pela cidade é super importante pra você montar um roteiro mais otimizado, evitando que você fique perdendo mais tempo do que necessário, indo de um lado para o outro toda hora.

A dica aqui é reunir as atrações próximas no mesmo dia do roteiro. Você vai se desgastar menos, usar melhor o seu tempo e com isso até conhecer mais atrações nos seus dias de viagem. No fim do dia, seus pés e bolso vão agradecer.

A duração da viagem perfeita para Nova York

Não existe um número mágico perfeito para responder aquela perguntinha que sempre aparece: quanto tempo pra aproveitar bem Nova York?

A verdade é que se você passar um dia, uma semana ou um mês por aqui, você vai achar coisas pra fazer todos os dias e ainda vai deixar pra uma próxima viagem muitas programações que não teve tempo de conhecer.

É assim mesmo, tá tudo bem! É essa baguncinha de mil coisas acontecendo toda hora que são a garantia que você vai achar motivos pra voltar várias vezes, vivendo uma viagem diferente cada vez que vier! 

Eu já estou te falando isso, pra você não desistir de viajar se não conseguir um número “ideal” de dias pra sua viagem. Você conseguirá aproveitar mesmo assim!

Grand Central Station, em Nova York
Muitos motivos pra voltar várias vezes pra Nova York 😛

Isso dito, acho que 7 dias é uma quantidade bem legal pra você curtir as principais atrações de NY. Se você conseguir 10 dias então, aí ficou maravilhoso! 

Eu não consegui tantos dias na minha primeira viagem pra Nova York, e aproveitei no tempo que tive. Fiquei 5 dias, escolhi o que ia conhecer, me planejei de acordo e foi maravilhoso.

Já fiz viagem de 3 dias, de 9 dias, de 4 dias e todas elas eu curti pra caramba. O segredo é não tentar fazer coisas demais em pouco tempo e acabar não aproveitando nada do que faz. Aceite o seu tempo de viagem e se programe para realmente aproveitar o que der, e não apenas riscar uma lista de tarefas. Pessoalmente, acho que essa forma de pensar é mais importante pra curtir NY do que a quantidade de dias da sua viagem. 

Escolha a hospedagem com cuidado

Alinhe suas expectativas: aqui os quartos normalmente são pequenos, a grande maioria dos prédios são antigos (alguns reformados, outros não), normalmente não há café da manhã incluído e quanto mais perto das principais atrações turísticas, mais caro você vai pagar. 

Esse é um dos principais gastos, independente da escolha que você fizer, mas vale a pena se dedicar à pesquisa para fazer o melhor uso dos seus dólares e evitar que você acabe em um hotel velho demais, que não era exatamente o que você imaginava ou apenas menos vantajoso que outros hotéis da mesma faixa de preço.

Com relação à localização, vejo muita gente indo para outras cidades para economizar, mas eu pessoalmente não acho que esta seja a melhor forma de cortar gastos porque vai te fazer perder mais tempo de locomoção (tempo caro de viagem, que você pagou pra aproveitar) e te engessar mais em alguns aspectos da programação.

Quarto do The Pod 51
Hospedagem costuma ser um gasto bem grande em Nova York

Com pesquisa, você consegue achar opções de estadia em Nova York que não te custem um rim, e aproveitar melhor o seu tempo na cidade. 

Estou dizendo que você não vai aproveitar se ficar em outro lugar? Não é isso, CLARO que você vai aproveitar! Mas eu no seu lugar, priorizaria ao máximo ficar em Nova York mesmo – preferencialmente em Manhattan. Prometo que vou postar mais sobre opções econômicas de estadia aqui no VPD NY, tá?

Entenda o transporte de Nova York

Em muitas cidades turísticas dos EUA, eu sou super a favor de alugar carro, mas em Nova York isso é a maior furada. Você vai gastar mais dinheiro e perder muito mais tempo no trânsito do que se você utilizar o transporte público. O metrô de Nova York funciona demais, é super eficiente e junto com as linhas de ônibus, te leva pra praticamente qualquer canto da cidade.

Metrô de Nova York
A dupla metrô e ônibus te leva pra praticamente qualquer canto!

Ainda vou falar muito mais sobre as diferentes opções de transporte, mas resumindo aqui, o principal é você saber que salvo raras exceções, o melhor mesmo é você andar de metrô ou a pé, com usos esporádicos de taxi ou aplicativos (como uber, via ou lyft) – qualquer alternativa faz mais sentido que aluguel de carro, tanto do ponto de vista prático como econômico.

Esse gasto, você pode cortar sem dó do orçamento da viagem. 🙂  

Conheça suas opções

Tem tanta coisa pra fazer em Nova York que dá até pra ficar atordoado quando você começa a se planejar, mas calma que não tem segredo. Aliás, tem sim, mas é bem fácil: pesquisar antecipadamente e se programar. Se você está lendo esse post, acho que vontade de planejar não falta né? Então por esse problema, você não passa!  🙂

Lojas da Time Square
Tem TANTA coisa diferente que vale tirar um tempinho pra conhecer as principais atrações

Dar uma pesquisadinha nas principais atrações da cidade, escolher quais você vai conhecer, o custo de cada uma delas, se oferecem alguma programação especial ou entrada gratuita em um determinado dia, te ajudam não só a otimizar teu tempo (como falei antes), mas te ajudam a aproveitar mais cada uma delas. Fora que é uma delícia curtir a viagem antes de sair de casa, vai!

Aproveite as compras

Logo você vai ver que a dinâmica dos passeios de compras em Nova York é bem diferente de outras cidades turísticas dos EUA, como Orlando por exemplo. Aqui, justamente por todo mundo andar muito a pé, esqueça aquela coisa passear de carro o dia todo na rota shopping – supermercado – outlet. Até porque se você quiser ir pro outlet, vai ter que sair de Nova York, viu?

Pra resumir bem: você vai encontrar muitas lojas nas ruas mesmo, tanto na famosa Quinta Avenida como em qualquer outro canto da cidade. A variedade é gigantesca, de marcas super de luxo a brechós, vendendo jóias e eletrônicos e também lojinhas de souvenir com ímãs da estátua da liberdade e miniaturas de taxi.

Não se limite às lojas da Time Square

Você pode optar por separar um dia só pra compras, mas salvo o passeio pela quinta avenida (que é quase um shopping à céu aberto) ou compras pra um enxoval, acho que é muito mais gostoso você ir comprando aos poucos em cada bairro que visita. Se você estiver planejando comprar algo maior, deixe pro fim do dia pra não ficar carregando, já que voltar pro hotel toda hora provavelmente ficará enrolado demais.

Depois a gente fala mais de compras aqui, porque se deixar, esse assunto rende e eu acabo me empolgando! hehe

Crianças vs. Nova York

Vejo muita gente que acha que Nova York é uma cidade complicada para visitar com crianças, e pra mim, isso é o maior mito. Tá certo que eu nunca vim como turista trazendo crianças porque me mudei pra cá quando a minha filha tinha 1 ano e o meu filho ainda não estava nem nos planos.

Mas desde essa época que a Juju tinha 1 aninho, Nova York já superou todas as minhas expectativas para atividades com crianças. Tem muita coisa pra todas as idades, atrações que fogem do básico e programações que eu nunca vi em outros locais. Se esse era seu medo, pode vir tranquilo!

É claro que como sempre, você vai precisar pensar no seu roteiro de uma forma diferente e talvez precise sim deixar uma ou outra atração de fora, dependendo da idade das crianças. Mas sinceramente? Nada que nós pais já não estejamos mega acostumados. O importante é você saber que dá pra aproveitar DEMAIS com os pequenos aqui.

O VPD NY é um blog que tá começando e a verdade é que minha idéia no futuro é escrever mais sobre todos estes temas, mas queria já deixar aqui aquelas dicas rápidas e práticas pra ajudar quem já está com viagem marcada pra daqui a pouco.

Por isso, se você quiser saber mais sobre algum assunto específico primeiro, já me conta nos comentários, tá? 🙂  Vou adorar saber sua opinião pros próximos posts.