VPD Nova York
O que fazer

Memorial do 11 de Setembro: dicas para visitar

O Memorial do 11 de Setembro faz parte do complexo do World Trade Center, um conjunto de atrações turísticas idealizadas para homenagear a vítimas e lembrar dos ataques terrorista nas torres gêmeas.

Depois de anos de muito cuidado com a recuperação do terreno, hoje esse espaço traz hoje alguns dos pontos turísticos mais visitados de Nova York. Aqui nesse outro post eu já expliquei melhor uma visão geral sobre o complexo inteiro, mas as principais atrações são:

Aqui eu vou falar em mais detalhes sobre o memorial, cujo nome oficial é National September 11 Memorial. É uma homenagem às vítimas dos atentados e também o local mais simples e rápido de se visitar de todo o complexo, já que ele é gratuito e aberto ao público a qualquer hora do dia.

Como é o Memorial do 11 de Setembro

Ele surgiu da ideia de prestar homenagem a todas as vítimas que ali perderam suas vidas: pessoas que estavam trabalhando nos prédios, passageiros e tripulantes dos aviões que atingiram as torres, bombeiros, policiais e outros mais.

É um local super importante para o povo americano, e passa longe do conceito tradicional de ponto turístico. Não ter uma certa solenidade ali pode ser mal visto por quem sente ou sentiu essa tragédia mais de perto. Sempre vale lembrar que ali não é um parque, nem um local de confraternização ou de diversão. É um memorial e carrega uma história muito dura pra cidade de Nova York.

Memorial do 11 de Setembro, no WTC
Memorial do 11 de Setembro

Ali ficam hoje dois grandes quadrados com espelhos d’água, marcando o local onde estava cada um dos prédios antes da tragédia. O arquiteto os descreve como “ausência tornada visível“, ou seja, representam a falta deixada pelos prédios e vítimas da tragédia. Os quadrados são cercados nas laterais por parapeitos de bronze com os nomes de todas as vítimas.

Memorial do 11 de Setembro à noite
O Memorial fica iluminado à noite

No memorial fica também a famosa “survivor tree“, ou árvore sobrevivente. Ela tinha sido plantada no complexo nos anos 70, e durante o atentado sofreu queimaduras e foi muito danificada. Na tentativa de salvá-la, replantaram em um outro local no Bronx, e surpreendentemente ela se recuperou e floresceu novamente. Com a inauguração do memorial, ela foi trazida de volta para o WTC e ali está até hoje, como um símbolo da resiliência.

Árvore sobrevivente do ataque ao WTC no 11 de Setembro
A “árvore sobrevivente”. Foto: Jin Lee, 9/11 Memorial

Dicas gerais para visitar o Memorial do 11 de Setembro

É permitido tirar fotos e caminhar livremente por toda a área, mas é preciso seguir algumas orientações de respeito:

  • Não trazer comidas/bebidas
  • Não fumar
  • Não trazer animais
  • Não sentar ou danificar os parapeitos com nomes das vítimas

Os nomes ali gravados são tratados com muito cuidado. Familiares e amigos das vítimas visitam o local frequentemente para trazer pequenos tributos, como flores ou outros pequenos itens de respeito à memória deles.

Memorial do 11 de Setembro
É um local de homenagem à memória das vítimas

Sei que nem preciso falar isso, mas não custa lembrar daquela diquinha de etiqueta: trate esse memorial com todo o respeito, lembrando que é um lugar de luto e dor, e não uma atração turística qualquer. Sair falando alto, dando risada, ou agindo como se fosse a Times Square pode ser um pouco desrespeitoso para quem sentiu a dor mais de perto.

Preço e ingresso do Memorial

Não é preciso pagar nada pra visitar o Memorial do 11 de Setembro. Não precisa de ingresso, nem passar por revista, nem nada do tipo. Geralmente dá pra visitar assim que chegar no World Trade Center e conhecer tudo ali em menos de 30 minutos. Em seguida, pode seguir para o museu ou para o observatório, caso deseje visitá-las.

É possível contratar um tour guiado pagando US$15, veja mais informações aqui no site oficial.

Informações úteis do Memorial do 11 de Setembro

Pra quem é indicado: todas as idades
Como encaixar na programação: A duração vai depender do seu ritmo e se vai visitar outras atrações do complexo. Dá para juntar com outras programações na região, com o o Distrito Financeiro, o Battery Park e até a Brooklyn Bridge.
Endereço: One World Trade Center, 117 West Street
Metrô: Chamber Street (linhas A, C, 1, 2 e 3), Fulton Street (linhas A, C, J, Z, 2, 3, 4, e 5) e World Trade Center (linha E). Mais opções aqui.
Horários: Quinta-feira e Sexta-feira: das 12h às 19h, Sábado a Quarta-feira: 10h às 17h
Preço: gratuito
Site oficial: clique aqui
Avaliação VPD: